Muppet Babies - Abertura e História

Abertura do desenho animado Muppet Babies
Um dos desenhos animados mais queridos dos anos 80 era “Muppet Babies”, lançado em 1984, uma versão infantil dos famosos personagens criados por Jim Henson, que já faziam sucesso na televisão desde os anos 70, com seu programa cheio de esquetes e convidados especiais.

A ideia da série animada, exibida pela NBC, veio do filme “Os Muppets conquistam Nova York”, mais precisamente, na passagem em que Miss Piggy imagina-se crescendo junto de sua paixão, o sapo Caco. A animação mostrava as aventuras diárias dos pequenos Muppets num quarto de berçário, aprontando confusões sempre que a babá deixava o quarto. Assim como em “Tom & Jerry”, víamos apenas as pernas da babá, com suas meias listradas e seu vestido rosa.

Os Muppets mais populares faziam parte do “elenco” de personagens da animação: o sapo Caco (recuso-me a chama-lo de Kermit, apesar desse ser seu verdadeiro nome), a porquinha cor-de-rosa Piggy, o urso metido a comediante Fozzie, o cão músico Rowlf, os gêmeos Scooter (o gênio da turma) e Skeeter (a esportista), o “esquisito” Gonzo, sempre acompanhado de sua galinha de borracha Camila e Animal, o mais “amalucado”. Ao longo dos episódios, havia várias participações especiais de outros personagens, como o Dr. Bunsen Honeydw e seu assistente Beaker, além de Robin, o sobrinho de Caco (bebê tem sobrinho?), Janice e Bean Bunny.

Personagens do desenho Muppet Babies.
Se no programa de televisão, cantores, artistas e celebridades dividiam a tela com os Muppets, no desenho animado, os personagens interagiam não com versões animadas dessas pessoas, mas com cenas de filmes, imagens de programas de TV e tudo mais que a imaginação dos criadores pudesse inventar. Era comum um pequeno abrir uma porta e se deparar com um “cruzador imperial” de “Guerra nas estrelas” ou a graciosa Piggy receber uma cantada de um ator famoso, como Tom Selleck, por exemplo.

Paródias de filmes eram corriqueiras nos episódios, dos clássicos filmes de monstros, passando pelas aventuras dos anos 80 e até mesmo os próprios filmes dos Muppets. Grandes sucessos como “Guerra nas estrelas”, “Indiana Jones” e “De volta para o futuro” eram usados para deixar as aventuras ainda mais divertidas.

Tudo à sua volta se transformava em motivos e objetos para viver as aventuras. Uma cortina se transformava em uma lula gigante numa aventura submarina ou papeis e lápis coloridos se transformavam num jornal para a babá, que não pôde ler o de verdade por ter se molhado com a chuva. Eles voltavam à realidade sempre que a babá abria a porta do quarto.

O desenho contou com personagens divertidos e carismáticos, que encantavam a garotada, tanto pelo traço gracioso como pelo tom leve e descontraído das histórias, sempre com bastante música. Quem não se lembra da canção-tema da série, executada pelos personagens, que iam sendo apresentados um a um na abertura dos desenhos?

Personagens do desenho Muppet Babies.

A ideia de “versões baby” para personagens conhecidos de televisão deu origem a outras séries, sobretudo, nos anos 90, como “Tiny Toon” (versões dos Looney Toones, apesar de não serem os personagens infantis, mas algo como sobrinhos deles), “O pequeno Scooby-Doo” e “Os Flintstones nos anos dourados”.

No Brasil, o desenho foi dublado nos famosos estúdios Herbert Richers. Quem teve a chance de acompanhar as aventuras dos Muppet Babies nas tardes dos SBT nunca se esquece de como esse desenho era divertido e criativo, mostrando para as crianças muitas coisas que elas viriam a adorar caso se tornassem nerds como esse que aqui escreve. Com personagens simpáticos e aventuras engraçadas, a série “Muppet Babies” é um dos melhores exemplos da ótima safra de desenhos animados dos anos 80.

Hora de cantar a abertura do programa!


Fonte literal: Filmes e Games

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...