Curiosidade: Manteiga x Margarina

Polêmica na venda de margarina e manteiga nos Estados Unidos, nos anos 60.
Anúncio da década de 60 da margarina amarela
Parkay, da Kraft, avisava que o produto estava
 à venda em 26 estados.
Nos outros 24, só com o corante rosa.
Em 1877, atendendo a um lobby da forte indústria de laticínios, que fabricava manteiga, a maioria dos estados americanos restringiu a produção de margarina. A rotulagem devia dizer claramente que não se tratava de manteiga. 

Restaurantes que utilizavam margarina eram obrigados a afixar um cartaz dizendo “Aqui se usa manteiga artificial”. A margarina amarela foi proibida: em vários estados, leis obrigavam os fabricantes a adicionar corantes cor de rosa, para que o produto parecesse intragável. Para vender o produto com a cor amarela as indústrias tinham de pagar pesadas taxas. O lobby deu certo: de 1877 a 1902, o consumo de margarina nos Estados caiu pela metade.

Para aumentar as vendas, os fabricantes forneciam, junto com as embalagens, cápsulas de corante amarelo para ser misturado em casa à gordura vegetal rosa. Algumas leis restritivas à margarina só foram derrubadas no final da década de 1960. No estado de Winsconsin, o consumo do alimento em locais públicos foi proibido até 2011. Mesmo assim, o consumo de margarina é maior do que o de manteiga nos Estados Unidos desde 1957.

Fonte: Almanaque

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...