Curiosidade: história do canudo

História do famoso canudo que usamos atualmente para ingerir bebidas.
Em 1888 o drinque mais popular em Washington (EUA) era o “mint julep”, à base de uísque e hortelã, que devia ser consumido muito gelado. Para não esquentar os copos com as mãos, as pessoas usavam canudos naturais de capim, que deixavam a bebida com gosto de grama. 

Marvin Stone, dono de uma fábrica de piteiras de papel, notou a similaridade entre o processo de fabricação de piteiras e a possibilidade de fazer canudos artificiais de papel. Ele enrolou longas faixas de papel ao redor de um lápis e prendeu as extremidades. Com o tempo, Stone aperfeiçoou a invenção: depois de enrolado em espiral, o papel era recoberto com parafina para que o canudo não encharcasse em contato com o líquido. 

Com o sucesso dos canudinhos, Stone mudou de ramo. A primeira máquina automática de enrolar canudinhos foi criada pela indústria Marvin Stone’s em 1906. A empresa produz canudos até hoje.

Fonte: Almanaque

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...