Musical apresenta sucessos da publicidade brasileira

Criação publicitária brasileira se une a musicais de sucesso no espetáculo “O primeiro musical a gente nunca esquece”.
Elenco do espetáculo: 'O primeiro musical a gente nunca esquece' - Foto: Júlia Torres


Cantarolou? Esses e diversos outros comerciais são os protagonistas da nova produção da Aventura Entretenimento, ‘O primeiro musical a gente nunca esquece’, que estreia dia 29 de outubro, quinta-feira, às 21 horas, no Theatro NET SP. O espetáculo se conecta aos espectadores através da emoção ao relembrar grandes clássicos do teatro musical, como Mágico de Oz e Noviça Rebelde, e 30 jingles nacionais inesquecíveis, que chegam aos palcos em forma de arte e se destacam como conteúdo cultural brasileiro.

A solução para a criação de um espetáculo que mesclasse a criação publicitária com o teatro musical foi da agência CUBOCC. “Somos o terceiro país em produção de musicais no mundo e a propaganda é um dos conteúdos mais consumidos pelo brasileiro. A ideia dessa produção é estimular o setor da indústria criativa, aproximando a larga produção de musicais do país às marcas anunciantes e agências. Nada melhor do que unir essas duas pontas em uma história inédita contada com dramaturgia e música”, comenta Luiz Calainho, sócio-diretor da Aventura Entretenimento, ao lado de Aniela Jordan e Fernando Campos.


Washington Olivetto
Um dos nomes mais importantes da publicidade, Washington Olivetto assina a consultoria criativa do espetáculo, que leva no título uma homenagem a uma de suas criações mais premiadas e lembradas da história, a propaganda da Valisère ‘O primeiro sutiã a gente nunca esquece’, lançada em 1987. Grande admirador do teatro musical, Olivetto é um dos maiores nomes da propaganda nacional e vencedor de mais de 50 Leões no Festival de Publicidade de Cannes.


Texto e direção
Escrito e dirigido por Rodrigo Nogueira (Rock in Rio, o musical e Chacrinha, o musical), ‘O primeiro musical a gente nunca esquece’ conta a história de um casal formado por um publicitário viciado em televisão e uma dona de casa sonhadora, apaixonada por musicais. São diversas marcas lembradas nessa trajetória como: Brahma, Guaraná Antarctica, Cremogema, Estrela, Bamerindus, Honda e Pão de Açucar. “Sempre fui uma criança obcecada por televisão e tenho lembranças com a maior parte dos jingles que aparecem na peça. Escrever esse musical foi muito interessante, pois ele veio crescendo ao longo do caminho.”, comenta Rodrigo Nogueira, autor e diretor do espetáculo.


Equipe criativa
Um dos destaques dessa produção é a mistura das canções. A trilha sonora é composta por três tipos: grandes clássicos de musicais, como Mágico de Oz, Noviça Rebelde e Sweet Charity; inéditas – três novas músicas feitas pelo Rodrigo Nogueira; e jingles históricos. Tudo devidamente comandado pelo compositor e pianista Tony Lucchesi, que assina a direção musical. Também fazem parte da equipe criativa Rodrigo Negri e Priscilla Mota (Coreografia), Jackson Tinoco (Cenografia), Paula Acioly (Figurinista), Adriana Ortiz (Iluminação), Carlos Esteves (Sound Designer) e Marcela Altberg (Produção de elenco). ‘O primeiro musical a gente nunca esquece’ é apresentado pelo Ministério da Cultura e Grupo Bradesco Seguros e tem a Avianca como transportadora oficial.



Elenco
Os atores Amanda Acosta e Marcelo Varzea dão vida a Dora e Franco, uma dona de casa sonhadora e apaixonada por musicais e um publicitário viciado em televisão e propagandas. Prestes a completar 20 anos juntos, o casamento não anda nada bem e Franco não percebe que sua esposa está insatisfeita com a situação. “Dora é uma mulher romântica, que sonha em viver em um musical, enquanto o marido só pensa no trabalho e em televisão. Ela escolheu ser dona de casa e viver para o marido, mas chegou o ponto que o casamento parou e ela se vê obrigada a mudar a situação. Aí vem a grande virada dela!”, comenta Amanda, que fez diversos musicais na carreira, entre os mais recentes “Vingança” e “Bilac Vê Estrelas”. Experiente no gênero, Marcelo Varzea (Rock in Rio, o musical e Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, o Musical) tem um ponto em comum com o personagem: muitos comerciais no currículo. “Fiz mais de 150 propagandas nos anos 90. Adorava fazer, era muito bom! Um bem marcante da minha carreira foi o garçom da Bavaria e outra para Telelistas, do Rio de Janeiro”, lembra o ator. O elenco é composto também por Bia Montez, no papel de Madalena, vizinha e amiga-confidente de Dora, que alerta a amiga sobre os problemas de seu casamento. “Madalena é uma mulher mais velha, mas que tem uma cabeça muito moderna, muito diferente da idade dela. Ela tenta acordar a Dora para a realidade da vida”, explica Bia, que volta aos musicais depois de trinta anos. Completam o time, Reiner Tenente (Tim Maia – Vale tudo, o musical e Bilac vê estrelas), que interpreta Eliseo, publicitário, sócio e grande amigo de Franco, e Hugo Kerth (The Book of Mormon), que é Leonardo, neto de Madalena, criado pela vó e que traz muito humor à história.

O dramaturgo Rodrigo Nogueira comenta que uma das principais dificuldades na pré-produção foi justamente definir os atores. “Temos um texto completamente inédito para o grande público, então precisávamos ter nomes que coubessem perfeitamente em cada personagem, que cantassem e dançassem muito. Demoramos a definir o elenco, mas acreditamos que a nossa escolha tenha sido perfeita!”, explica Rodrigo. 



A trama
“O primeiro musical a gente nunca esquece” é um espetáculo tratado com muito humor e ironia. O texto de Rodrigo Nogueira conta a história de Dora (Amanda Acosta) e Franco (Marcelo Varzea), um casal em crise, com quase vinte anos de casamento. Ele é um executivo, dono de uma grande agência de publicidade, viciado em propaganda, e ela uma exemplar dona de casa, viciada em musicais. Perto de completarem 20 anos de casados, a relação está desgastada e Franco já não dispensa a mesma atenção à Dora. A vida dele é do trabalho para frente da TV, enquanto Dora vive em um mundo de fantasias sempre pensando nos grandes musicais de que gosta tanto. Vivem em mundos distintos. Dora, cada vez sentindo um vazio maior dentro de si, tem uma grande amiga e vizinha, a Madalena (Bia Montez), mulher mais velha que vive com seu neto Leonardo (Hugo Kerth. Franco, que mal percebe que tem um problema em casa, tem em Eliseo (Reiner Tenente), seu sócio, um grande amigo.

No dia de comemorar o aniversário de 20 anos de casados Dora prepara uma noite romântica, porém Franco se esquece da data. Em um surto explosivo, Dora destrói a televisão do marido. Um choque! Ela entra em uma grave crise depressiva e passa a não escutar mais o que falam. Ou melhor: Só escuta quando cantam.


Ficha técnica

Consultoria criativa – Washington Olivetto
Texto e direção – Rodrigo Nogueira
Coreografia – Rodrigo Negri e Priscilla Mota
Direção Musical e Arranjos – Tony Lucchesi
Direção de arte e cenografia – Jackson Tinoco
Figurino – Paula Acioly
Design de som – Carlos Esteves
Iluminação – Adriana Ortiz
Casting – Marcela Altberg
Consultoria publicitária – Lula Vieira
Elenco – Marcelo Varzea, Amanda Acosta, Bia Montez, Reiner Tenente, Hugo Kerth, Marcelo Ferrari, Lucas Nunes, Junior Zagotto, Pedro Arrais, Leilane Teles, Thais Piza, Debora Polistchuck e Carol Botelho.
Realização – Aventura Entretenimento


O primeiro musical a gente nunca esquece
Theatro NET SP – Rua Olimpíadas, 360 – São Paulo - SP
Dias e horários: Quintas e sextas – 21h | Sábados – 21h30 | Domingos – 20h.
Funcionamento da bilheteria: Segunda a sábado das 10h às 22h |Domingo das 10h às 20h30.
Formas de pagamento: Todos os cartões de crédito e débito

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...