A história da Pomada Minâncora

Difícil encontrar uma pessoa que nunca usou ou ouviu falar da Pomada Minâncora. Um produto prestes a completar 100 anos de existência. Este é mais um produto de mil e uma utilidades!

Propaganda antiga da Pomada Minâncora.
A sua fórmula foi desenvolvida no Brasil, no início do século XX, pelo farmacêutico português Eduardo Augusto Gonçalves, que a registrou em 1915. Inicialmente, a pomada era comercializada apenas na Pharmacia Minancora, de Joinville (SC). Só depois de 1934, foi criada a Minancora & Cia que passou a distribuir o produto em todo o país.

A exclusiva fórmula da Pomada Minancora (composta por um agente secativo Óxido de Zinco, um agente anti-séptico Cloreto de Benzalcônio, uma substância analgésica Cânfora e um emoliente Óleo Mineral) que tem sua essência até hoje preservada, seca e cicatriza rapidamente espinhas, frieiras e outras afecções da pele, formando um película protetora absorvendo água e provocando a constrição da pele, reduzindo a inflamação cutânea. Esta película envolve e protege a sua pele do ataque de agentes externos e do ressecamento excessivo. Devido a sua poderosa ação anti-séptica ajuda no tratamento e previne as infecções que atacam a sua pele e ainda elimina os odores da transpiração provocadas por fungos e bactérias nos pés e axilas.

Sem contar que a latinha, depois de vazia, virava um porta-treco de primeira linha pela ótima vedação da tampa.

Propaganda da Pomada Minâncora nos anos 40.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...