Envenecar (Envenenar um Fusca) - 1974

O Fusca com seu sucesso por várias décadas teve seu destaque em propagandas de oficinas mecânicas. Esta, da Envenecar apresentada nos anos 70 prometia um aumento de potência no carro. Confira o anúncio com detalhes interessantes deste "envenenamento" de motor.

Propaganda da oficina Envenecar que prometia aumentar a potência do motor do Fusca.

Cigarros Chesterfield (Ronald Reagan) - 1952

Ronald Reagan, ator e ex-presidente dos Estados Unidos, protagonizou as mais variadas campanhas publicitárias. Uma das campanhas tem destaque: Cigarros Chesterfield, para o Natal de 1952. Na foto, o ex-presidente apresentava uma mesa repletas de embalagens (pack) de cigarros. Ronald Reagan dizia que estava enviado os cigarros como presentes aos amigos.

Propaganda dos Cigarros Chesterfiel com o ex-presidente Ronald Reagan para o Natal de 1952

Mentex - 1959

Uma deliciosa goma de mascar em campanha apresentada no final dos anos 50. Mentex dizia ser "delicioso refrescante, sabor de hortelã, perfuma suavemente o hálito e desfaz na boca".

Propaganda da goma de mascar Mentex apresentada no final dos anos 50

Ping Pong (Juventude) - Anos 50

Comunicação com adolescentes em outras décadas. O delicioso chicle de bola Ping Pong em propaganda nos anos 50. O anúncio promovia: "O favorito da juventude brasileira". Outros tempos, outros costumes, outros padrões, outros sabores de gomas de mascar.

Propaganda do chicle de bola Ping Pong, escolhido como o favorito da juventude brasileira.

Fonte: Ivo Affonso

Monark Brisa (Pernas do Pai) - 1992

Curiosa propaganda da Monark para o Dia das Mães em 1992. O anúncio veiculado em meia página dupla apresentava pernas femininas, de saia, no modelo Brisa. O título aguçava a curiosidade: "Monark Brisa. Cuide das pernas do seu pai". Abaixo da marca, a mensagem "Sua mãe chega lá".

Propaganda da Monark Brisa para o Dia das Mães em 1992.

Esplanada (Chrysler) - 1968

Propaganda de um clássico apresentado no final dos anos 60: Esplanada, da Chrysler. O anúncio reforçava a qualidade do automóvel por meio de sua garantia "Cada carro tem a garantia que merece. O Novo Esplanada tem a maior do Brasil". A garantia de dois anos ou 36.000 km mostrava que a "lata dura" estava no mercado para vencer.

Propaganda antiga da Chrysler apresentando no Esplanada no final dos anos 60