Koleston Wella (Fique Loura) - 1998

Uma campanha em prol das tinturas louras para os cabelos. A Wella apresentou em 1998 o Koleston Blonde. O título bem incisivo às mulheres: "Transforme-se. Fique loura".

Propaganda das tinturas louras da Wella em sua linha Koleston apresentada em 1998.

By So Dó - 1950

Um produto para acabar com o fim da acidez estomacal, apesar que o anúncio parece promover o fim dos efeitos negativos do excesso de bebida alcoólica. No começo dos anos 50, foi anunciado o By So Dó, com o sabor de hortelã pimenta.

Propaganda do digestivo By So Dó, veiculada no começo dos anos 50.

Fotoptica (Filmes Coloridos) - 1953

A chegada dos filmes fotográficos coloridos fez uma revolução no mercado. Eis um anúncio da Fotoptica, nos anos 50: "Você obterá os mais fascinantes resultados que a técnica fotográfica lhe pode oferecer. Bastará colocar o filme colorido em sua câmara, e terá em suas mãos a possibilidade de fixar, em suas cores reais, os instantes mais felizes de sua vida, que constituirão mais tarde, lembranças de inigualável valor."

Propaganda da Fotoptica nos anos 50 com ofertas de filmes fotográficos coloridos

SalvarSalvar

Spiffy (Fim do Colarinho Agressivo) - 1949

Para proporcionar uma maior elegância aos homens, foi apresentado o Spiffy. No anúncio veiculado em 1949 o alinhador de colarinhos acabava com as pontas viradas e deixava o homem mais alinhado: "Nada mais deselegante do que um colarinho amarfanhado e de pontas viradas".

Propaganda de alinhador de colarinhos para camisas masculinas nos anos 40

Macarrão Oriental Maggi - 1994

Campanha do famoso macarrão oriental da Maggi veiculada nos anos 90.
Um jingle gostoso para vender o macarrão oriental da Maggi. Campanha veiculada em 1994, com uso de crianças para que mobilizem seus pais para a compra do famoso macarrão instantâneo. 

05 vezes que a Netflix surpreendeu

Ações de marketing da Netflix que surpreenderam o público.

Depois de ganhar uma divulgação gratuita de Silvio Santos em seu programa, Reed Hasting, dono da Netflix ofereceu uma assinatura vitalícia ao dono do SBT. 

Em parceria com a revista Veja, a Netflix aproveitou o turbilhão político no país para lançar a quarta temporada de sua polêmica série. O personagem do presidente Francis J. Underwood, apareceu estampado na capa promocional da VEJA em todos os seus perfis nas redes sociais. Os posts continham a chamada “E se você pudesse votar? Nova temporada de House of Cards hoje na Netflix”. 

Para promover a série “Orange Is The New Black” no Brasil, a Netflix transformou Valesca Popozuda e Inês Brasil, em presidiárias. Os vídeos divulgados nas redes sociais atingiram milhões de visualizações em poucas horas. 

Ícone dos anos 80 no Brasil, a apresentadora Xuxa foi a escolhida para promover Stranger Things. Parodiando as lendas urbanas que cercavam sua fama, a apresentadora entrou no clima da nostálgica série. 

Para lançar a segunda temporada da série Narcos, a Netflix desenvolveu uma ação de branded content com grandes veículos de comunicação do Brasil. O destaque para a fuga do narcotraficante Pablo Escobar ganhou as capas de grandes jornais do país e até um revival na chamada do extinto Aqui Agora do SBT.