Dez Propagandas Antigas Machistas (Parte 02)

Seleção de propagandas antigas machistas veiculadas em décadas passadas.
Há tempos a publicidade sempre levantou grandes polêmicas. O racismo e o machismo foram predominantes em décadas passadas. Para revirar o baú desta polêmica, apresentamos uma segunda seleção de propagandas históricas com cunho machista. Seja para vender café, cigarro ou sabonete algumas campanhas tornaram pérolas polêmicas.



Propaganda da Chase & Sanborn Coffee onde o marido bate na mulher.
Chase & Sanborn Coffee - 1952
(clique na imagem ao lado para ver a propaganda)
Com uma naturalidade de assustar os olhares dos dias hoje, a Chase & Sanborn Coffee apresentou uma propaganda onde o marido dava a liberdade de bater na esposa, caso o café que é servido a ele não venha a ser fresco. Propaganda americana de 1952.




Propaganda da Eletrolux nos anos 50 com uma mulher usando viseira de cavalo.
Electrolux (Novas Ideias) - Anos 50
(clique na imagem ao lado para ver a propaganda)

Imagine ilustrar um anúncio colocando uma dona de casa com uma viseira de cavalo? Um tanto incorreto e chocante porém usado pela Electrolux em um anúncio publicitário dos anos 50. O título afirma: "Viseira de Cavalo... Porque ela recusa (recusa em aceitar) novas ideias".


Propaganda machista do sabonete Palmolive nos anos 40.
Sabonete Palmolive - Anos 40
(clique na imagem ao lado para ver a propaganda)

"A maioria dos homens pergunta ‘Ela é bonita?’, e não ‘Ela é inteligente?’" . Este é o principal argumento da propaganda do sabonete Palmolive, nos anos 40. Lançada nos Estados Unidos, certamente esta propaganda faria um grande escândalo nos dias atuais.



Propaganda machista das Vitaminas PEP em 1950.
Vitaminas PEP - 1950
(clique na imagem ao lado para ver a propaganda)

Em comerciais antigos, a mulher era vista apenas como dona de casa. Temos este exemplo no comercial das Vitaminas PEP, de 1950:  "Quanto mais duro uma esposa trabalha, mais bonita ela fica"




Propaganda da enceradeira voltada para as filhas das donas de casa.
Enceradeira Infantil Champion - 1954
(clique na imagem ao lado para ver a propaganda)

Anúncio de lançamento da enceradeira mirim da marca Champion: ‘Para tornar a tarefa do lar mais agradável, a Champion criou a enceradeira Mirim para sua filhinha’. Na edição de 1 de agosto de 1954 do jornal 'O Estado de São Paulo'.


Propaganda machista da cafeteira italiana Moka.
Moka Express Cafeteira - Anos 40
(clique na imagem ao lado para ver a propaganda)

A preocupação real de uma mulher, como deve ser: que o marido beba um café tão bom em casa como no bar. Essa foi a ideia que a propaganda da cafeteira italiana Moka Express apresentou aos seus consumidores na década de 40. Nem precisamos discutir o quanto forte foi o cunho machista desta campanha. Verdadeira pérola.


Propaganda do Cachimbo Bull Dog voltado para os homens.
Cachimbo Bull Dog (Mulheres por Perto) - 1969
(clique na imagem ao lado para ver a propaganda)

Propaganda segmentada e com um cunho machista. Direcionada aos homens, o fumo para cachimbo Bull Dog mostrava a causa que as mulheres estavam sempre junto aos homens durante o ato de fumar. Acompanhe esta curiosa campanha veiculada na Revista Veja em dezembro de 1969.


Propaganda dos Cigarros Califórnia em 1969 que fazia ligação à infidelidade.
Cigarros Califórnia (Seja Infiel) - 1968
(clique na imagem ao lado para ver a propaganda)

Seja infiel. Mude para Califórnia, o único com filtro de carvão ativado e fumo Virgínia da melhor qualidade”. Venda de cigarros e apologia à traição. Quer mais polêmica em um só anúncio? Mais uma pérola publicitária dos anos 60. Cigarros Califórnia da Santa Cruz.


Propaganda machista da batedeira Kenwood Chef, veiculada nos Estados Unidos
Batedeira Kenwood Chef (Esposas) - 1961
(clique na imagem ao lado para ver a propaganda)

O comercial ao lado é da batedeira Kenwood Chef, de 1961. Made in Estados Unidos da América. Mais machista que ela, impossível. O título do anúncio resumia bem: "O Chef [a batedeira] faz tudo, menos cozinhar. É pra isso que existem as esposas".


Propaganda das embalagens Alcoa em 1953: fácil para uma mulher abrir
Alcoa - 1953
(clique na imagem ao lado para ver a propaganda)

Em 1953, a Alcoa desenvolveu nos Estados Unidos uma tampa de rosca feita de alumínio, a HyTop, dedicada a facilitar a abertura de frascos de ketchup. A novidade ganhou um anúncio com a foto de uma típica dona de casa americana e o seguinte título: “Quer dizer que uma mulher pode abrir isso?”.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...